Plutarco. Vidas Paralelas – Alexandre e César

49,53 

Adicionar Wishlist
Adicionar Wishlist
REF: 200001698 Categoria:

Descrição

Alexandre da Macedónia merece a Plutarco a atenção devida a um génio da arte militar e da diplomacia na consolidação do poder. Num trajeto de vida que pouco ultrapassou os 30 anos, o jovem rei macedónio alterou o mapa político e cultural da época: colocou território europeu, africano e asiático sob a sua autoridade, promoveu uma globalização intercultural de modo a unificar um xadrez de povos dentro das fronteiras de um enorme império, deslocou o centro intelectual do mundo, de Atenas, para outras cidades do Oriente. Não sem que uma ambição crescente e desmesurada tivesse vindo, por fim, pôr em causa o sucesso de um projeto e a própria vida do seu autor. Ao emparelhar César com Alexandre, Plutarco põe em relevo a fama de grande conquistador, o aspecto da personalidade que o biógrafo mais admira neste estadista romano. Mas a ambição (philotimia) que reiteradamente move César representa o lado negro que o conduzirá à morte, antes que ele possa colher os frutos dos seu afã. Embora não transforme cabalmente César num tirano cruel (que ele não foi), esta Vida ilustra, contudo, uma crítica à ambição exacerbada e irracional de poder.

Informação adicional

Autor

,

Data

,

Edição

1.ª Edição

Série

DOI

10.14195/978-989-26-1476-6

eISBN

978-989-26-1746-6

ISBN

978-989-26-1745-9

Páginas

344